Visão Geral do Ministério:

 

Função: Ao Ministério de Música e Adoração compete a promoção de todas as atividades musicais da Igreja, a estruturação do Ministério de Louvor, dos coros da Igreja e dos grupos musicais. Cabe a este ministério, em conjunto e sob a supervisão dos pastores, a direção dos cultos da igreja, a ministração da adoração ao Senhor, bem como das atividades a esta, e ao culto, correlatas: a sonoplastia e a operação do Data-Show.

Incumbe também a este Ministério o aprimoramento do canto congregacional e do próprio ministério, por meio da capacitação de seus integrantes tanto na música quanto no cultivo de uma vida de adoração, atendendo ao caráter cristão e visando o aprofundamento da compreensão do significado do culto e da adoração cristã, na vida pessoal e em congregação.

Atuação: O Ministério, assim como todos os ministérios da PIBST, possui uma liderança colegiada formada por seu Líder de Ministério, que é apoiado por dois Co-Líderes e atua sob a supervisão do Colégio de Pastores, congregando em sua equipe todos os grupos musicais da Igreja, corais, solistas, instrumentistas, regentes, bem como os responsáveis pela prestação do serviço de som e operação do Data-Show.

Propósito: Promover o amadurecimento do espírito de louvor e adoração na Igreja, conduzindo e motivando cada crente a uma vida de adoração ao Senhor.

 

Atribuições do Líder e dos Co-Líderes:

 

a) Convocar e conduzir as reuniões do Ministério de Música e Adoração;

b) Exercer a Direção do Ministério, prestando o suporte aos responsáveis por seus diversos segmentos, no desempenho de suas atividades, bem como coordenar em consonância com o Colégio de Pastores, o programa musical da igreja;

c) Exercer a supervisão dos ensaios da equipe de Louvor, organizando também as escalas das equipes de louvor para os diversos cultos da igreja, mesmo os semanais;

d) Elaborar, em conjunto e sob a supervisão do Colégio de Pastores, as ordens dos cultos, bem como as escalas de dirigentes de cultos e demais atividades sob a sua incumbência;

e) Orientar os interessados quanto ao programa de casamentos, formaturas, cultos de ação de graças, congressos, seminários, retiros e eventos dos diversos Ministérios da Igreja;

f) Em conjunto ou sob a supervisão do Colégio de Pastores, convidar ou autorizar o convite de coros, conjuntos, solistas, duetos, para participar de nossos cultos;

g) Analisar a letra dos hinos e cânticos antes de serem cantados na igreja, buscando sempre que necessário o apoio do Colégio de Pastores;

h) Promover meios para incentivar o desenvolvimento do ministério de Música e Adoração, da musicalidade de seus membros e, principalmente, do espírito de adoração na Igreja;

i) Desenvolver um plano de ação que permita a todos quantos são chamados a desenvolverem seus dons nesta área compreenderem que a música é um ministério de alta importância no corpo vivo de Cristo, despertando-os a um compromisso cada vez maior com a excelência no exercício dos dons e ajudando-os na efetivação de um programa musical que seja eficaz tanto para a adoração e edificação da igreja quanto para o cumprimento da sua tarefa de evangelização.

 

Atribuições dos Responsáveis pela sonoplastia e dos Responsáveis pela operação do Data-Show:

 

a) Proporcionar o suporte técnico para que todos os ministrantes dos cultos possam desempenhar, diante do Senhor, as suas atividades de forma eficaz;

b) Zelar pela conservação, manutenção e reparo de todos os equipamentos de som e instrumentos da igreja.

c) Promover meios para incentivar o desenvolvimento, em todos os níveis, da qualidade do culto que a igreja presta ao Senhor;

 

Requisitos para o exercício do ministério:

 

Ser crente, com vivência suficiente na igreja para conhecer os irmãos e ser por eles conhecido e reconhecido; ter demonstrado disposição e aptidão para a música e para o ministério de adoração cristã; ser reconhecido pelos seus irmãos pela sensibilidade, equilíbrio, consagração, acessibilidade, espiritualidade e pela vida pessoal de adoração; respeitar as diferenças, apoiando inclusive as decisões em que sua opinião não prevalecer, acatando e respeitando a liderança constituída de sua Igreja, enquanto permanecerem fieis as Escrituras Sagradas e submissas às doutrinas professadas por esta igreja, em consonância com a Declaração Doutrinária da Convenção Batista Brasileira; possuir uma vida moral e familiar condizente com a fé cristã.

Como decorrência dos requisitos acima elencados, o integrante do Ministério de Música e Adoração deve ser batizado, membro da igreja, estando conseqüentemente integrado e comprometido com sua Igreja.

As bases bíblicas para o Ministério de Música e Adoração podem ser encontradas nos seguintes textos:

 

I Crônicas 6:31-48 – Paralelo bíblico mais antigo no antigo no Ministério de Música.

I Crônicas 16:37 – Ministração da adoração a Deus.

I Crônicas 16:22; 25:7 – Preparo para o ministério

 
 

Consagração e exoneração das funções:

 

Os líderes do Ministério de Música e Adoração, bem como os responsáveis pelas atividades a este relacionadas, na Primeira Igreja Batista em Santa Teresa serão eleitos para mandato de um ou dois anos, pela Assembléia da Igreja, dentre os nomes indicados pelos integrantes do próprio ministério, pelo Colégio de Pastores, ou por Comissão instituída pela Igreja para este fim.

A exoneração dos membros do Ministério de Música e Adoração dar-se-á a pedido do próprio membro, por decisão da assembléia, ou no término do mandato do destes. Cabe ao próprio ministério de música, ao final de cada mandato, indicar, com a anuência do Colégio de Pastores e da Comissão de Indicações, seus líderes para o exercício seguinte.

Um comentário sobre “Ministério de Música e Adoração”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *